SÁBADO 11 FEVEREIRO, 18H30

CIAJG

Vânia Doutel Vaz

Conceito, criação e performance Vânia Doutel Vaz
Dramaturgia Josefa Pereira
Luz e direção técnica Letícia Skrycky
Som Tiago Cerqueira
Figurino Nina Botkay
Espaço Leticia Skrycky com colaboração de Nina Botkay
Fotos promocionais Patrícia Black
Colaboração em residência Josefa Pereira, Luara Learth, Piny, Nina Botkay, Artur Pispalhas e Adriana João
Produção Alkantara
Coprodução Teatro do Bairro Alto, Teatro Municipal do Porto / DDD – Festival Dias da Dança, A Oficina / Centro Cultural Vila Flor
Apoio Programa de residência La Fabrique Chaillot – Chaillot Théâtre National de la Danse e Fundação Calouste Gulbenkian
Residências Alkantara, Casa da Dança, Estúdios Victor Córdon/OPART e La Fabrique Chaillot
Residência de coprodução O Espaço do Tempo
Agradecimentos Rui Horta, Ana Trincão, Maggie Segale e Giovanni Lourenço

_

Duração 1h10 min.

Vânia Doutel Vaz
7,50 eur / 5,00 eur c/d

COMPRAR

COMPRAR

2023.02.11 GD23 Vânia Doutel Vaz O Elefante no Meio da Sala

A expressão “há um elefante no meio da sala” sugere a ideia de que na presença de um elemento óbvio este possa ser ignorado. Elefantes que trago comigo, elefantes que o público traz consigo e ainda aqueles que surgem na relação entre observantes e sujeitos a uma observação. Então o que há aqui que não ousamos dizer ou com o qual somos incapazes de lidar? E sendo esse elefante fragmentado e plural, entre tanta gente aqui, quantas possibilidades poderão surgir? Ver, sentir, ignorar, desviar e então ver outra coisa, tocar outra coisa, dançar por distintas matérias geram aqui uma atenção e prática em direção a alternativas. Questiona-se e viabiliza-se o que ali poderá estar. Multiplicidade em oscilação, possibilidades em resiliência. Cada pessoa ou ciência, cada experiência ou teoria tentarão definir o que aqui está ou surgirá. Ainda assim e por isso, tanto irá escapar.

Website desenvolvido por Bondhabits.
Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile